A cicatriz de mastopexia é um fato com o qual as pacientes que passaram pelo lifting de mama vão ter que conviver por um certo tempo. Mas saiba que os cuidados certos poderão evitar muitos problemas. Por isso, preparamos um post para responder todas as dúvidas sobre a cicatriz no procedimento, um assunto muito importante para quem pensa em realizar essa cirurgia. Acompanhe! Mastopexia: cicatriz é inevitável? A mastopexia, ou lifting de mama, é uma cirurgia para corrigir as mamas com flacidez e ptose (queda), podendo ser feita com ou sem o uso de próteses de silicone. Se você sonha em realizar essa cirurgia, a cicatriz da mastopexia com prótese ou sem prótese é um ponto que deve ser levado em consideração, já que o procedimento deixa marcas por algum tempo, variando de acordo com o histórico de cicatrização de cada paciente, não sendo possível realizar uma mastopexia sem cicatriz logo de início. Saiba que a cicatriz de mastopexia em 6 meses ainda pode estar lá, porém, o tempo vai permitindo que as marcas possam sumir gradativamente com um bom processo de recuperação cirúrgico. Alguns fatores também podem piorar o aspecto das marcas pós-cirúrgicas: Não seguir o repouso físico indicado pelo cirurgião plástico: pegar pesos, dirigir antes da liberação do médico ou fazer outras grandes movimentações com os braços podem gerar ruptura de pontos e favorecer o alargamento das cicatrizes no período de recuperação pós-cirúrgico; Não manter uma higiene pessoal rigorosa: os cortes precisam lavados e secos com muito cuidado, além do uso de um antisséptico para evitar inflamações; Fumar: em todas as cirurgias plásticas, as pacientes são orientadas a ficar sem fumar em um período prévio ao procedimento e também no pós-cirúrgico, porque as substâncias tóxicas contidas no cigarro prejudicam o nível de antioxidantes no organismo, e prejudicam a síntese de colágeno; Expor a área da cirurgia ao sol: raios solares podem escurecer a área das cicatrizes e também provocar mais calor, que levam a maior retenção de líquido e desfavorecem a cicatrização; Alimentação pobre em nutrientes: alimentos como frituras, excesso de açúcares e processados não ajudam na cicatrização. Ideal é investir em alimentos naturais, como frutas e verduras que contenham vitamina C, que é benéfica à pele. Cicatriz mastopexia: como fica? A cicatriz da mastopexia vai depender da incisão feita durante o procedimento. Para cada caso, é utilizada uma técnica, por isso é tão importante a escolha de um médico de confiança, favorecendo o aspecto final da cicatriz. Geralmente, as marcas começam a atingir um aspecto mais natural após um ano do procedimento, tendo grande chances de se tornar apenas uma linha fina praticamente da cor da pele, ou seja, na mastopexia, a cicatriz final pode ser imperceptível. Ainda assim, o aspecto da cicatriz da mastopexia varia muito de organismo para organismo. Por isso, a paciente precisa levar em consideração o seu histórico e se há problemas de cicatrização. Cicatriz mastopexia: tipos de cicatriz A cicatriz da mastopexia vai depender da técnica utilizada durante a cirurgia. Conheça algumas: Cicatriz periareolar Nessa técnica, a incisão é feita na aréola em forma de círculo. Geralmente é indicado para mulheres que possuem mamas pequenas e necessitam retirar pouquíssima pele. Cicatriz vertical ou “pirulito” Além da incisão em círculo ao redor da aréola, também é feita uma incisão vertical abaixo da linha média da mama. Essa técnica é indicada para pacientes com o grau de flacidez leve. Cicatriz em L Se o grau de flacidez da paciente for um pouco maior, é feito um prolongamento horizontal na parte inferior da incisão vertical, formando um L. Cicatriz mastopexia “T” invertida Para mulheres com seios grandes ou com um grau de flacidez elevado, o prolongamento horizontal na parte inferior da incisão vertical é feito para ambos os lados, formando a cicatriz em T. É sempre importante salientar que o cirurgião escolherá o tipo de incisão mais adequado, de acordo com o grau de flacidez da mama, o tamanho, além da qualidade da pele da paciente, já que podem ocorrer limitações. Cicatriz mastopexia: cuidados que devem ser tomados A qualidade da pele da paciente, além do histórico de saúde, são fatores que vão influenciar o resultado da cicatriz da mastopexia. Como já dito acima, algumas mulheres têm uma facilidade de formar cicatrizes hipertróficas, que apresentam texturas mais elevadas devido ao excesso de colágeno e queloides, que também levam à dor e coceiras. A queloide é uma resposta exagerada do organismo à cicatrização, podem ficar com uma cor avermelhada e até causar alguns pruridos. Nestes casos, essa cicatriz de mastopexia surge de 3 meses em diante da cirurgia. Por isso, os cuidados também são tão importantes e a paciente também deve informar o médico, caso saiba que tem essa tendência. Saber como cuidar da cicatriz da mastopexia influencia (e muito) o processo de cicatrização do procedimento. Conheça os cuidados essenciais: Uso do sutiã cirúrgico pelo período que o médico responsável julgar necessário; Evitar grande movimentações com o braço; Manter uma alimentação leve e balanceada; Evitar o tabagismo, caso a paciente faça uso de cigarros; Os curativos devem ser feitos com a frequência e da maneira que o cirurgião indicar, garantindo uma boa cicatrização; Produtos para garantir uma boa aparência da cicatriz devem ser utilizados apenas se recomendados pelo médico, no tempo certo. Quanto tempo demora para cicatrizar a mastopexia? O processo de cicatrização tende a durar aproximadamente um ano (12 meses após o procedimento), quando a cicatriz da mastopexia já caminha para sua aparência final. Nos primeiros 15 a 30 dias do procedimento, a marca geralmente está vermelha e é fina, porém a cicatriz de mastopexia em 2 meses ou 3 meses já vai assumindo uma aparência diferente. Para muitas mulheres, a aparência da cicatriz da mastopexia com 6 meses muda bastante, podendo ser avermelhada ou amarronzada e ficando mais clara a cada mês. Após um ano, a cicatriz já está bem mais clara e macia, mas claro, cada organismo reage de uma maneira diferente e é necessário ter paciência e seguir sempre as orientações de seu médico. Cicatriz mastopexia: como melhorar a aparência das marcas? Caso haja alguma complicação na cicatriz da mastopexia, até mesmo dor na cicatriz da mastopexia ou coceira no local é necessário acionar o cirurgião responsável, que saberá como orientar da melhor maneira. Caso a cicatriz, após apresentar complicações, não fique esteticamente agradável, ainda poderá ser possível realizar uma cirurgia para a correção. Claro, a avaliação é crucial para entender se o procedimento é realmente necessário ou a cicatriz da mastopexia apresenta um aspecto esperado. No caso das queloides, é possível também fazer curativos compressivos, usar placas de silicone sobre a cicatriz e fazer uso de produtos tópicos com massagem. Porém, há também opções como injeções de corticoides ou uma cirurgia de congelamento dos tecidos (criocirurgia) . Cada cirurgião vai apresentar a melhor solução de acordo com as condições da paciente. Conclusão Seguindo todas as orientações e tirando todas as dúvidas em consultas prévias à cirurgia, é muito provável que a cicatrização ocorra da maneira adequada e sem complicações! Vale lembrar que na mastopexia, cicatriz antes e depois de 1 ano vai sofrer muitas mudanças. E claro, a escolha de um profissional de confiança, dará todo o apoio necessário diante de qualquer ocorrência.

Cicatriz mastopexia: como melhorar marcas após o procedimento

A cicatriz de mastopexia é um fato com o qual as pacientes que passaram pelo lifting de mama vão ter que conviver por um certo tempo. Mas saiba que os cuidados certos poderão evitar muitos problemas.

Por isso, preparamos um post para responder todas as dúvidas sobre a cicatriz no procedimento, um assunto muito importante para quem pensa em realizar essa cirurgia. Acompanhe!

Mastopexia: cicatriz é inevitável?

A mastopexia, ou lifting de mama, é uma cirurgia para corrigir as mamas com flacidez e ptose (queda), podendo ser feita com ou sem o uso de próteses de silicone. 

Se você sonha em realizar essa cirurgia, a cicatriz da mastopexia com prótese ou sem prótese é um ponto que deve ser levado em consideração, já que o procedimento deixa marcas por algum tempo, variando de acordo com o histórico de cicatrização de cada paciente, não sendo possível realizar uma mastopexia sem cicatriz logo de início. 

Saiba que a cicatriz de mastopexia em 6 meses ainda pode estar lá, porém, o tempo vai permitindo que as marcas possam sumir gradativamente com um bom processo de recuperação cirúrgico.

Alguns fatores também podem piorar o aspecto das marcas pós-cirúrgicas:

  • Não seguir o repouso físico indicado pelo cirurgião plástico: pegar pesos, dirigir antes da liberação do médico ou fazer outras grandes movimentações com os braços podem gerar ruptura de pontos e favorecer o alargamento das cicatrizes no período de recuperação pós-cirúrgico;
  • Não manter uma higiene pessoal rigorosa: os cortes precisam ser lavados e secos com muito cuidado, além de usar um antisséptico para evitar inflamações;
  • Fumar: em todas as cirurgias plásticas, as pacientes são orientadas a ficar sem fumar em um período prévio ao procedimento e também no pós-cirúrgico, porque as substâncias tóxicas contidas no cigarro prejudicam o nível de antioxidantes no organismo, e prejudicam a síntese de colágeno;
  • Expor a área da cirurgia ao sol: raios solares podem escurecer a área das cicatrizes e também provocar mais calor, que levam a uma maior retenção de líquido e desfavorecem a cicatrização;
  • Alimentação pobre em nutrientes: alimentos como frituras, excesso de açúcares e processados não ajudam na cicatrização. Ideal é investir em alimentos naturais, como frutas e verduras que contenham vitamina C, que é benéfica à pele.

Cicatriz mastopexia: como fica?

A cicatriz da mastopexia vai depender da incisão feita durante o procedimento. Para cada caso é utilizada uma técnica, por isso, é tão importante a escolha de um médico de confiança, favorecendo o aspecto final da cicatriz.

Geralmente, as marcas começam a atingir um aspecto mais natural após um ano do procedimento, tendo grande chances de se tornar apenas uma linha fina praticamente da cor da pele, ou seja, na mastopexia, a cicatriz final pode ser imperceptível.

Ainda assim,   o aspecto da cicatriz da mastopexia varia muito de organismo para organismo. Por isso, a paciente precisa levar em consideração o seu histórico e se há problemas de cicatrização.

Cicatriz mastopexia: tipos de cicatriz

A cicatriz da mastopexia vai depender da técnica utilizada durante a cirurgia. Conheça algumas:

Cicatriz periareolar

Nessa técnica, a incisão é feita na aréola em forma de círculo. Geralmente é indicado para mulheres que possuem mamas pequenas e necessitam retirar pouquíssima pele.

Cicatriz vertical ou “pirulito”

Além da incisão em círculo ao redor da aréola, também é feita uma incisão vertical abaixo da linha média da mama. Essa técnica é indicada para pacientes com o grau de flacidez leve. 

Cicatriz em L

Se o grau de flacidez da paciente for um pouco maior, é feito um prolongamento horizontal na parte inferior da incisão vertical, formando um L. 

Cicatriz mastopexia “T” invertida

Para mulheres com seios grandes ou com um grau de flacidez elevado, o prolongamento horizontal na parte inferior da incisão vertical é feito para ambos os lados, formando a cicatriz em T

É sempre importante salientar que o cirurgião escolherá o tipo de incisão mais adequado, de acordo com o grau de flacidez da mama e o tamanho, além da qualidade da pele da paciente, já que podem ocorrer limitações. 

Cicatriz mastopexia: cuidados que devem ser tomados

A qualidade da pele da paciente, além do histórico de saúde, são fatores que vão influenciar o resultado da cicatriz da mastopexia.

Como já dito acima, algumas mulheres têm uma facilidade de formar cicatrizes hipertróficas, que apresentam texturas mais elevadas devido ao excesso de colágeno e queloides, que também levam à dor e coceiras. 

A queloide é uma resposta exagerada do organismo à cicatrização, podem ficar com uma cor avermelhada e até causar alguns pruridos. Nestes casos, essa cicatriz de mastopexia surge de 3 meses em diante da cirurgia.

Por isso, os cuidados também são tão importantes e a paciente também deve informar o médico, caso saiba que tem essa tendência.

Saber como cuidar da cicatriz da mastopexia influencia (e muito) o processo de cicatrização do procedimento. Conheça os cuidados essenciais:

  • Uso do sutiã cirúrgico pelo período que o médico responsável julgar necessário;
  • Evitar grande movimentações com o braço;
  • Manter uma alimentação leve e balanceada;
  • Evitar o tabagismo, caso a paciente faça uso de cigarros;
  • Os curativos devem ser feitos com a frequência e da maneira que o cirurgião indicar, garantindo uma boa cicatrização;
  • Produtos para garantir uma boa aparência da cicatriz devem ser utilizados apenas se recomendados pelo médico, no tempo certo.

Cicatriz mastopexia: cuidados que devem ser tomados A qualidade da pele da paciente, além do histórico de saúde, são fatores que vão influenciar o resultado da cicatriz da mastopexia. Como já dito acima, algumas mulheres têm uma facilidade de formar cicatrizes hipertróficas, que apresentam texturas mais elevadas devido ao excesso de colágeno e queloides, que também levam à dor e coceiras.  A queloide é uma resposta exagerada do organismo à cicatrização, podem ficar com uma cor avermelhada e até causar alguns pruridos. Nestes casos, essa cicatriz de mastopexia surge de 3 meses em diante da cirurgia. Por isso, os cuidados também são tão importantes e a paciente também deve informar o médico, caso saiba que tem essa tendência. Saber como cuidar da cicatriz da mastopexia influencia (e muito) o processo de cicatrização do procedimento. Conheça os cuidados essenciais: Uso do sutiã cirúrgico pelo período que o médico responsável julgar necessário; Evitar grande movimentações com o braço; Manter uma alimentação leve e balanceada; Evitar o tabagismo, caso a paciente faça uso de cigarros; Os curativos devem ser feitos com a frequência e da maneira que o cirurgião indicar, garantindo uma boa cicatrização; Produtos para garantir uma boa aparência da cicatriz devem ser utilizados apenas se recomendados pelo médico, no tempo certo.

Quanto tempo demora para cicatrizar a mastopexia?

O processo de cicatrização tende a durar aproximadamente um ano (12 meses após o procedimento), quando a cicatriz da mastopexia já caminha para sua aparência final.

Nos primeiros 15 a 30 dias do procedimento, a marca geralmente está vermelha e é fina, porém, a cicatriz de mastopexia em 2 meses ou 3 meses já vai assumindo uma aparência diferente.

Para muitas mulheres, a aparência da cicatriz da mastopexia com 6 meses muda bastante, podendo ser avermelhada ou amarronzada e ficando mais clara a cada mês.

Após um ano, a cicatriz já está bem mais clara e macia, mas é bom lembrar que cada organismo reage de uma maneira diferente e é necessário ter paciência e seguir sempre as orientações de seu médico.

Cicatriz mastopexia: como melhorar a aparência das marcas?

Caso haja alguma complicação na cicatriz da mastopexia, até mesmo dor na cicatriz da mastopexia ou coceira no local é necessário acionar o cirurgião responsável, que saberá como orientar da melhor maneira. 

Caso a cicatriz, após apresentar complicações, não fique esteticamente agradável, ainda poderá ser possível realizar uma cirurgia para a correção. A avaliação médica é crucial para entender se o procedimento é realmente necessário ou a cicatriz da mastopexia apresenta um aspecto esperado. 

No caso das queloides, é possível também fazer curativos compressivos, usar placas de silicone sobre a cicatriz e fazer uso de produtos tópicos com massagem. Porém, há também opções como injeções de corticoides ou uma cirurgia de congelamento dos tecidos (criocirurgia) . Cada cirurgião vai apresentar a melhor solução de acordo com as condições da paciente.

Conclusão

Seguindo todas as orientações e tirando todas as dúvidas em consultas prévias à cirurgia, é muito provável que a cicatrização ocorra da maneira adequada e sem complicações!

Vale lembrar que, na mastopexia, cicatriz antes e depois de 1 ano vai sofrer muitas mudanças. E claro, a escolha de um profissional de confiança, dará todo o apoio necessário diante de qualquer ocorrência. 

ebook protese de silicone

Comentários
Avatar

Posted by DR. RODOLFO OLIVEIRA