A mastopexia com prótese é uma cirurgia para levantamento das mamas e ganho de novos contornos dos seios, que promove grande autoestima.

Mastopexia com prótese: entenda quando é necessário

Corrigir a flacidez das mamas é um dos motivos que mais levam mulheres aos consultórios de cirurgia plástica. Para esses resultados ficarem ainda mais satisfatórios, muitas delas, também optam por uma mastopexia com prótese.

Entenda neste post para quais casos a paciente deverá fazer a cirurgia da mama com implantes.

O que é mastopexia com prótese?

A mastopexia é um procedimento cirúrgico indicado para correção da flacidez das mamas, e consequentemente do seu aspecto caído. No geral, o lifting de mamas, como a cirurgia também é conhecida popularmente, proporciona um remodelamento dos seios e eleva as mamas, que vão ganhar mais harmonia estética.

Normalmente, as mulheres buscam essa mamoplastia para retomar os contornos da mama depois de uma gravidez, amamentação, grande redução de peso, envelhecimento (perda de colágeno) e até componentes hereditários, que podem predispor a mulher a ter uma pele mais flácida.

Em diversos casos, o procedimento pode ser o suficiente para atingir os objetivos da paciente, já em outros, as mulheres também precisam optar por um implante de silicone para ganhar mais volume. Nesse caso, a cirurgia é conhecida como mastopexia com prótese.

Como é feita a mastopexia com prótese?

Na mastopexia, é realizada a retirada da pele excedente e tensionamento do tecido restante. Esse remodelamento vai garantir um novo formato, sustentação e também uma projeção dos seios. A cirurgia também poderá ser associada ao reposicionamento das aréolas.

Para isso, o médico vai avaliar tópicos  como:

  • Grau de flacidez da mama;
  • Tamanho e posição das aréolas;
  • Tamanho e forma dos seios;
  • Qualidade da elasticidade da pele e excesso de pele. 

Mesmo com retirada de pele e tecido, a mastopexia não irá gerar uma grande redução dos seios. Não é, portanto, necessariamente por esse motivo que o procedimento do implante deve ser realizado.

Nos casos em que a flacidez é muito grande e o excesso de pele, textura e densidade da mama residual não permitem a rigidez necessária, a mastopexia com prótese poderá ser indicada.

A colocação da prótese será necessária também nos casos em que o remodelamento da mama não seja possível usando apenas o tecido restante. Ao retirar o excesso de tecido, ficarão espaços que precisam ser preenchidos para garantir o contorno e volume dos seios. A prótese de silicone vai ajudar a dar uma forma mais harmoniosa aos seios.

Graus de queda da mama

Muitas vezes, o grau de queda da mama também vai determinar se a prótese será ou não necessária.

Grau 1: borda da aréola passa levemente do nível da prega mamária. Em alguns casos, pode ser realizada a colocação de uma prótese sem mastopexia;

Grau 2: borda superior do mamilo passa para baixo da prega da mama. Se a mulher tiver um bom volume e densidade de pele pode não precisar de mastopexia com prótese ainda;

Grau 3: bicos do seio estão voltados para baixo e a pele bastante flácida. Nestes casos, a mastopexia com prótese poderá ser importante.

Quando uma paciente faz esse procedimento também terá a vantagem de ter o resultado da cirurgia por mais tempo, em termos de textura. A explicação é que o silicone não vai simular ou se transformar em gordura, como ocorre no tecido mamário natural, e assim permite que a firmeza dos seios seja mantida mesmo com o passar dos anos.

Busca pela autoestima é importante

Acabar com os seios caídos é a grande aspiração das mulheres que optam pela cirurgia de mastopexia com prótese, especialmente para ganhar mais autoestima e fazer as pazes com o espelho.

Muitas mulheres podem ficar envergonhadas com o aspecto das mamas caídas, e esse constrangimento poderá levar a problemas secundários. Por exemplo, algumas delas, podem se negar a ficarem nuas na frente dos parceiros ou parceiras, o que pode gerar problemas para o relacionamento do casal.

Segundo um estudo publicado em 2018 pela Revista de Estudos e Pesquisa em Psicologia da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), a cirurgia plástica pode ter grandes efeitos no comportamento e relação entre as pessoas, porque gera bons efeitos para a autoestima que ultrapassam a fronteira da satisfação com o físico.

Segundo o estudo, buscar uma cirurgia plástica para corrigir alguma característica considerada como uma imperfeição pode melhorar sentimentos negativos que a pessoa carrega sobre si mesma, auxiliar na retomada da vida sexual de qualidade e até ajudar na melhora do humor.

Então, ao buscar a mastopexia com ou sem prótese, é preciso sempre ter uma conversa muito clara da paciente com o cirurgião, para explicar quais são seus objetivos. O profissional, por sua vez,  vai explicar como vai atingir e apresentar os resultados esperados para a mastopexia antes e depois.

Além disso, irá fazer exames clínicos, laboratoriais e de imagem para testar a saúde da paciente e avaliar o risco cirúrgico.

# Dica do Dr Rodolfo

Embora os seios caídos tenham relação com genética ou os outros fatores já citados acima, é possível cuidar mais dessa região do corpo e evitar ao máximo a flacidez.

Uma das medidas é usar bons cremes de tratamento para ajudar na hidratação e fortalecimento da pele, realizar exercícios para fortalecer a musculatura da região e também sempre usar sutiãs adequados ao tipo do corpo e tamanho dos seios.

Comentários
Avatar

Posted by DR. RODOLFO OLIVEIRA